intranet

10 de dezembro – O dia na História

10 de dezembro – O DIA NA HISTÓRIA

É o dia 345 do ano. Faltam 21 dias para 2007 acabar.

Comemora-se

Declaração Universal Direitos Humanos, Dia Internacional do Palhaço, dia Internacional dos Povos Indígenas

O Fato do Dia

1520 – Protesto: Martinho Lutero queima a bula assinada pelo papa Inocêncio VIII que o excomungava.

O dia na História

istória

1520 – Protesto: Martinho Lutero queima a bula assinada pelo papa Inocêncio VIII que o excomungava.
1810 – Por decisão de Napoleão Bonaparte, Hannover, Bremen, Hamburgo, Lauenburgo e Lubeck são anexados à Alemanha.
1877 – Alemanha: patenteado pelo engenheiro Werner Von Siemens o alto-falante electrodinámico.
1898 – França: Em Paris a Espanha assina tratado cedendo Cuba, Porto-Rico e as Filipinas aos Estados Unidos.
1913 – arte: dois anos depois de roubado do museu do Louvere (Paris), o quadro “Mona Lisa”, do pintor italiano Leonardo da Vinci, é recuperado.
1936 – Inglaterra: O rei Eduardo VII abdica do trono para casar com a americana Wallis Simpson, que era divorciada. O novo rei é Jorge VI.
1948 – Documento: A Declaração Universal dos Direitos do Homem é aprovada pela ONU.
1956 – Angola: Nacionalistas angolanos liderados por Agostinho Neto fundam o Movimento Popular para a Libertação de Angola (MPLA).
1967 – EUA: Realizada a primeira explosão termo-nuclerar a nível comercial, na região do Novo México, para a recuperação de gás natural de depósitos subterrâneos.
1977 – URSS: Dissidentes russos são presos para evitar que realizem passeata pelo Dia dos direitos humanos.
1982 – Documento: 117 países assinam na Jamaica a convenção do mar.
1983 – Argentina: Depois de vários anos de ditadura militar, assume um presidente eleito, Raúl Alfonsin.
– Em Oslo, Noruega, Danuta Walesa, mulher do dirigente da ilegalizada central sindical polaca Solidariedade, Lech Walesa, recebe em nome do marido, o Nobel da Paz.
1984 – Noruega: O Nobel da Paz deste ano foi para o Bispo Desmond Tutu, um dos dirigentes da campanha anti-apartheid na África do Sul.
1986 – Filipinas: 17 anos depois de iniciada, a guerrilha dá uma trégua na luta contra o governo.
1991- Timor Leste: Chega a Dili um representante do papa João Paulo II, para investigar denúncias de massacres.
1996 – África do Sul: O líder Nelson Mandela promulga a nova constituição da África do Sul, em Sharpeville. É o fim do “Apartheid”.
1998 – José Saramago, escritor português. recebe, em Oslo, o prémio Nobel da Literatura.

Botão Voltar ao topo
Skip to content