Sem categoria

Sessão da 1ª Câmara é marcada por estreia de procurador e despedida de auditor

A sessão de abertura dos trabalhos da 1ª Câmara do TCE em 2011, realizada nesta terça-feira (8), no Plenário Zizomar Procópio de Oliveira, foi marcada pela estreia do novo procurador do Ministério Público de Contas, Adilson Moreira de Medeiros, e pela despedida do auditor substituto de conselheiro Hugo Costa Pessoa, que se aposenta em breve.

Em inevitável clima de homenagem, a sessão foi aberta pelo presidente da 1ª Câmara, conselheiro Edílson de Sousa Silva, com saudação ao novo procurador, empossado na última segunda-feira (7): “É uma alegria e uma honra para esta Câmara contar com a atuação inaugural do procurador Adilson, que hoje inicia sua atividade como membro efetivo do Ministério Público de Contas.”

Em relação à despedida de Hugo Pessoa, o conselheiro Edílson lembrou-se da importância da sua passagem pelo TCE, ao qual prestou 22 anos de serviços. “O conselheiro Hugo é digno de toda a nossa reverência, por tudo o que fez por essa Corte, pela sabedoria, dedicação e seriedade com que sempre tratou os assuntos públicos”, disse o presidente da 1ª Câmara.

Os conselheiros José Euler Potyguara Pereira de Mello e Francisco Carvalho da Silva, que, juntamente com Edílson de Sousa, compõem a 1ª Câmara, também se pronunciaram. José Euler, aliás, relembrou a citação de Adilson em seu discurso de posse, sobre a influência que Hugo Pessoa exerceu em sua carreira dentro do TCE.

“E, como podemos constatar, foi uma influência positiva, já que o conselheiro Hugo, que está nos deixando, colaborou para a formação de um profissional com grau de excelência acima do normal”, elogiou o conselheiro. E concluiu: “Ver o Adilson como procurador de Contas é uma alegria, que supera a tristeza de não ter mais sua convivência diária no gabinete.”

Francisco Carvalho também citou a “semente plantada” por Hugo Costa, dando frutos no TCE, como é o caso do novo procurador, Adilson Moreira. “O Tribunal de Contas está feliz com sua vitória e seu crescimento, ao mesmo tempo em que se entristece pela aposentadoria do conselheiro Hugo Pessoa”, declarou.

A procuradora-geral do MPC, Érika Patrícia Saldanha de Oliveira, que assistia à sessão da 1ª Câmara, juntamente com o procurador Sérgio Ubiratã Marchiori de Moura, também se manifestou, destacando as situações antagônicas vivenciadas na manhã desta terça-feira.

“De um lado, temos a estreia de um novo procurador, que faço questão de registrar suas qualidades e a tranquilidade do MPC em receber pessoa de tão alto gabarito, que traz para nosso órgão não só sapiência jurídica, mas um histórico de vida e conhecimento no TCE. Conhecimento que também temos do outro lado, na figura do conselheiro Hugo, que serve de modelo para todos, devido à sua rigidez de princípios e à forma de lidar não só no campo profissional, mas no pessoal”, frisou.

HOMENAGEADOS

O antagônico sentimento de chegada-partida também foi citado pelo novo procurador, Adilson Moreira, em sua breve fala na sessão da 1ª Câmara: “Estou chegando, e agradeço a todos pelas palavras carinhosas e a acolhida. Mas o conselheiro Hugo está partindo, em busca da realização de um projeto pessoal, do qual espero que tenha muito sucesso, já que foi uma das pessoas que motivou a buscar esse sonho que agora estou concretizando.”

Já Hugo Pessoa exaltou o momento vivido pelo novo procurador. “Trata-se de um irmão mais novo que está alcançando o ápice em sua vida, e certamente outros mais serão alcançados”, afirmou, apontando ainda seu possível destino, após a aposentadoria: “Minha inquietude não permite que eu fique parado. Devo retomar alguns projetos, voltar a lecionar e tocar a vida pra frente.”

Nesta quarta-feira (9), a partir das 9 horas, serão retomados os trabalhos da 2ª Câmara do TCE, que é presidida pelo conselheiro Paulo Curi Neto e composta ainda pelos conselheiros Valdivino Crispim de Souza e Wilber Carlos dos Santos Coimbra.

Já na quinta-feira (10), também às 9 horas, acontece a primeira sessão plenária do ano. Os conselheiros que compõem o Pleno se reúnem, sob a presidência do conselheiro José Gomes de Melo, e ainda com a presença da procuradora-geral do MPC, Érika Saldanha, para apreciar, deliberar e julgar processos relativos à administração pública rondoniense.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar