Notícias

Levantamento em Governança e Gestão em saúde é tema de encontro técnico dia 16 no TCE-RO

Será realizado na próxima quarta-feira (16), às 14h, no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO), encontro técnico para repasse e esclarecimento de informações sobre o Levantamento de Governança e Gestão em Saúde. A ação é realizada em parceria da Corte de Contas rondoniense com o Tribunal de Contas da União (TCU) e o Instituto Rui Barbosa (IRB).

O evento é destinado aos gestores e técnicos em saúde no Estado, envolvendo representantes das Secretarias do Estado e dos Municípios, conselhos estadual e municipais de saúde, Comissão Intergestores Bipartide e do Conselho de Secretários Municipais de Saúde. Não é necessária inscrição ou cadastro.

O encontro técnico terá a participação de auditores da Secretaria Geral de Controle Externo do TCE-RO, que informarão sobre o andamento do processo de avaliação da governança e gestão em saúde (finalidade, objetivos, cronograma), além de repassar instruções sobre a utilização da ferramenta eletrônica, disponibilizada para o preenchimento do questionário no portal (www.tcu.gov.br/perfilgovsaude), no período de 14 de março a 15 de abril.

O QUE É?

Denominada “Governança e Gestão em Saúde”, a ação faz parte das atividades do acordo de cooperação firmado em 2015, entre o TCU e 31 Tribunais de Contas do Brasil, entre as quais, o TCE-RO, mais o IRB e a Associação dos Membros do Tribunal de Contas do Brasil, para realização de auditorias coordenadas operacionais em diversas áreas.

Especificamente na área de saúde, foram assinados acordos com 26 Tribunais de Contas. O trabalho conta, também, com o apoio do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems).

A principal finalidade do trabalho consiste na aplicação de questionários eletrônicos a todos os conselhos de saúde (municipais e estaduais), todas as secretarias de saúde (municipais e estaduais) e todas as comissões intergestores bipartites (CIBs).

Assim mais de 11 mil organizações públicas do Brasil terão a oportunidade de se autoavaliar e conhecer um conjunto de boas práticas que poderão contribuir para a melhoria da prestação de serviços de saúde no país. Posteriormente, cada secretaria e conselho que responder o questionário receberá um relatório de diagnóstico (“feedback”), que poderá subsidiar suas ações de melhoria.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar