Notícias

TCE participa de definição de metas para 2017/18 do Movimento RO pela Educação

A definição do plano de trabalho para o biênio 2017/2018 esteve na pauta da 1ª reunião ordinária do Conselho de Governança do Movimento Rondônia pela Educação, que é composto por mais de 50 instituições públicas e privadas, entre as quais, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO).

A atividade foi realizada no último dia 26, no salão de convenções da Casa da Indústria, e teve na coordenação o presidente do Sistema Fiero, Marcelo Thomé, além de contar ainda com a presença do vice-governador Daniel Pereira; da secretária de Estado de Educação, Fátima Gaviolli; da coordenadora do Movimento Rondônia pela Educação, Raquel Volpato Serbino; do conselheiro presidente do TCE-RO, Edilson de Sousa, além de representantes das demais entidades parceiras.

O conselheiro presidente Edilson de Sousa em sua fala durante o evento
O conselheiro presidente Edilson de Sousa em sua fala durante o evento

Além do plano de ações para o próximo biênio, o Conselho de Governança debateu ainda a Medida Provisória nº 746/2016, denominada “Um Novo Ensino Médio para Rondônia”, os resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), exercício 2015, além de ter sido feito um balanço dos cinco primeiros meses de atuação do movimento.

Para o presidente da Fiero, os números apresentados são preocupantes quanto ao ensino médio e alvissareiros, no que concerne aos estudos iniciais. No entanto, somente conhecendo os problemas é que o Movimento conseguirá articular propostas efetivas para gerar mudanças significativas e novos caminhos para a educação em Rondônia.

Já o vice-governador Daniel Pereira citou o empenho do governo estadual para melhorar a qualidade da educação com ações pedagógicas que estão sendo importantes aliadas ao projeto educacional. “A taxa de desistência de alunos, aliada ao crescente índice de repetência no Ensino Médio, é uma preocupação em Rondônia, assim como em todo o Brasil. Deficiências de aprendizado que remetem a problemas dos Ensinos Médio e Fundamental mostram que a atual metodologia de ensino tem resultado em queda nas avaliações em todo o País”, disse.

O presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Edilson de Sousa, destacou a mobilização das principais instituições e entidades do Estado em favor da educação, materializada no Movimento RO pela Educação. “É fundamental que tenhamos uma educação de qualidade no Estado de Rondônia e esse é também o compromisso do Tribunal de Contas”, disse.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Skip to content