EventosInstitucionalTCE-RO

Eixo estratégico relativo à Educação é debatido durante webinário sobre o Plano Estratégico do TCE-RO

O webinário teve transmissão em tempo real pelo canal do TCE-RO no YouTube, possibilitando que sua gravação possa ser acessada por aqueles que não puderam assistir na sexta-feira

Dentro da programação do webinário de apresentação do Plano Estratégico do Tribunal de Contas (TCE-RO), horizonte 2021/2025, foi realizada na última sexta-feira (19/3) a segunda etapa do evento online, com abordagens sobre o eixo estratégico relativo à Educação.

Na ocasião, participaram da atividade, o secretário de Planejamento, Felipe Mottin, o coordenador do Escritório de Projetos, Igor Tadeu, e o secretário-geral de Controle Externo, Marcus Cézar Santos Filho, além da consultora e especialista na área educacional, a professora Rita Paulon.

O webinário teve transmissão em tempo real pelo canal do TCE-RO no YouTube, possibilitando que sua gravação possa ser acessada por aqueles que não puderam assistir na sexta-feira – link disponível neste endereço:

O webinário terá ainda mais duas etapas, abordando eixos temáticos do Plano Estratégico 2021/2025: no dia 24 de março será o combate à fraude e corrupção; e no dia 30 de março, o Desenvolvimento Econômico Sustentável.

Os servidores interessados ainda podem participar e contribuir com o planejamento estratégico do TCE-RO, encaminhando opiniões, comentários e sugestões à Secretaria de Planejamento (e-mail: seplan@tce.ro.gov.br). No dia 31 de março, o Plano Estratégico 2021/2025 será submetido ao Conselho Superior de Administração (CSA).

O coordenador do Escritório de Projetos, Igor Tadeu, e o secretário de Planejamento, Felipe Mottin, em suas participações na atividade online

APRESENTAÇÕES

Durante a segunda etapa do webinário, os agentes públicos do TCE-RO puderam conferir o porquê da Educação ser uma dos eixos temáticos priorizados pelo Tribunal no próximo ciclo estratégico. Entre outros pontos, os palestrantes mostraram, em especial, a questão da alfabetização na idade certa, a fim de mostrar que é possível transformar a educação no curto e médio prazo e o papel importante desempenhado pelo TCE nesse processo.

A professora Rita Paulon falou dos fatores críticos a serem contemplados na análise do TCE

Também foi destacada a metodologia utilizada para essa priorização, incluindo números e indicadores sobre a educação em Rondônia, entre os quais, o de que nas redes municipais de ensino público aproximadamente 40% dos alunos do 3º ano do ensino fundamental conseguem ler palavras ou frases com proficiência desejada. Já nas piores redes de ensino, menos de 15% das crianças são alfabetizadas na idade certa.

O secretário-geral de controle externo, Marcus Cezar, em sua explanação

Também foram explicados, de modo técnico, os principais fatores críticos considerados na análise do Tribunal de Contas e que acabarão por subsidiar a atuação da área de controle externo na definição das ações de controle estratégicas, a fim de gerar mudança no atual cenário educacional rondoniense.

Artigos relacionados

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar