EventosTCE-RO

TCE-RO participa de outorga de título ao ministro Edson Fachin, do STF

O Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO) teve participação marcante e especial na cerimônia de outorga do título de “Doutor Honoris Causa”, pela Faculdade Católica de Rondônia (FCR), ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin.

O evento aconteceu na noite desta sexta-feira (23/2). Coube ao presidente do Tribunal de Contas, Wilber Coimbra, ser o paraninfo da solenidade, sendo o responsável pela saudação e boas-vindas ao homenageado, no auditório da Católica, em Porto Velho.

O presidente do TCE-RO, Wilber Coimbra, discursa durante a cerimônia de concessão do título ao ministro Fachin

Com robusta formação acadêmica, que registra pós-doutoramento em Direito, doutorado em Ciência Jurídica, mestrado em Gestão e Desenvolvimento Regional, especialização em Direito Administrativo e graduação em Direito, o conselheiro Wilber Coimbra discursou para uma plateia composta de autoridades civis e militares.

HONRARIA

O título de “Doutor Honoris Causa” é a maior honraria acadêmica concedida por uma instituição de ensino. No caso do ministro Fachin, ocorreu em razão de sua trajetória exemplar e em reconhecimento às suas excepcionais contribuições para a sociedade brasileira.

Tais condições foram ressaltadas pelo presidente do TCE-RO, em sua fala. “A grandeza do ministro Edson Fachin transcende as fronteiras da academia. Sua notável carreira como advogado, consultor jurídico e, hodiernamente, como magistrado do Supremo Tribunal Federal, é marcada por uma incessante busca pela justiça e pela defesa dos direitos fundamentais e humanos”, acentua.

Para além do campo jurídico, o conselheiro Wilber Coimbra citou a marcante atuação do ministro Fachin em causas sociais e humanitárias: “Demonstrando uma forte empatia e uma consciência crística, cosmopolita, cívica e dialógica que o torna um verdadeiro exemplo de cidadania e de responsabilidade social”.

Ainda em sua fala, o presidente do Tribunal de Contas disse do profundo respeito e admiração da Faculdade Católica ao conceder a importante distinção ao ministro Fachin. “Que este título, ínclito ministro, seja uma expressão do nosso mais qualificado reconhecimento e gratidão por tudo que vossa excelência tem feito em prol da justiça, da democracia e do bem-estar do povo brasileiro”, afirmou.

FELICIDADE

Quanto à participação na cerimônia, o presidente Wilber Coimbra, ao destacar a felicidade pela honraria concedida pela Faculdade Católica, buscou dividi-la com todos os que integram o Tribunal de Contas.

“Se escolhido fui para prestar essa homenagem ao eminente ministro Fachin, o mérito não é só meu, mas de todos que integram o nosso Tribunal de Contas e que, conjuntamente, têm nos apoiado e desenvolvido ações em benefício da população rondoniense”, finalizou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Pular para o conteúdo