Sem categoria

TCE inaugura a primeira Secretaria Regional no interior do Estado

Em solenidade que contou com a presença do governador do Estado, João Cahulla, o presidente do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO), conselheiro José Gomes de Melo, inaugurou, na manhã desta quinta-feira (27), a sede da Secretaria Regional de Vilhena, a primeira unidade do órgão no interior do Estado.

José Gomes e Cahulla desenlaçaram a fita simbólica de abertura da Regional, juntamente com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Neodi Carlos, e a esposa do Conselheiro Hélio Máximo (o qual dá nome ao prédio da Regional), Elisa Máximo.

A cerimônia ainda teve a execução do Hino Nacional, o descerramento das placas de agradecimento aos gestores e legisladores que colaboraram para a consecução do projeto da Regional, que atenderá sete municípios: Vilhena, Cabixi, Corumbiara, Cerejeiras, Colorado do Oeste, Pimenteiras do Oeste e Chupinguaia. Em seguida, houve um culto ecumênico, antes da formação da mesa para os trabalhos.

Na ocasião, estavam presentes o presidente do Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB), Antônio Nominando Diniz Filho, representando a Associação Nacional dos Tribunais de Contas (Atricon), além de representantes do Ministério Público, dos executivos e legislativos municipais de Rondônia, autoridades locais, dirigentes e representantes das unidades jurisdicionadas, conselheiros, auditores e servidores do TCE.

Em seu discurso, o presidente do TCE, José Gomes, destacou o aspecto preventivo e pedagógico da atuação do Tribunal e a importância de estar mais próximo aos jurisdicionados do interior, lembrando que a meta é abrir unidades em outros quatro municípios: Cacoal, Ariquemes, Ji-Paraná e São Miguel do Guaporé.

“É um dia especial para o Tribunal de Contas, que comemora, hoje, 27 anos. A interiorização dará ao órgão a possibilidade de conhecer a realidade do interior, fiscalizar, mas, também, instruir”, disse o conselheiro presidente, lembrando-se, ainda, do pioneiro da instituição na região Norte do Brasil. “É a primeira Secretaria Regional das Cortes de Contas da Amazônia e, quero crer, será um marco para todos nós.”

Já o presidente da Assembleia, Neodi Carlos, disse que a interiorização, cujo projeto e recursos foram aprovados por unanimidade na Casa de Leis, vem para beneficiar os gestores públicos: “Os sete municípios que compõem esta região e que serão fiscalizados pela Regional podem ter certeza que saem ganhando, porque o Tribunal não está se instalando aqui só para punir, mas orientar, instruir, dizer o que é certo e o que não é.”

DEMOCRACIA

A presença física do TCE no Cone Sul também foi motivo de elogios do governador João Cahulla. Para ele, a interiorização da Corte de Contas traz mais transparência às administrações públicas, reforça a fiscalização das contas e, consequentemente, a democracia.

“Rondônia precisa de instituições fortes, que possam fazer com que o Estado se desenvolva, cresça não só economicamente, mas administrativamente. A sociedade não pode pagar a conta pela má gestão, e o Tribunal de Contas, muito sabiamente, se aproxima da população para evitar qualquer tipo de erro ou falha”, diz.

Logo após os discursos, os presentes conheceram as novas instalações do TCE em Vilhena, guiados pelo presidente José Gomes, o qual destacou o leiaute moderno que promoverá a interação entre os servidores, os jurisdicionados e a comunidade da região.

Clique na imagem acima para conferir a galeria de fotos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar