Sem categoria

Programa Social passa por auditoria em Vilhena

O Tribunal de Contas (TCE-RO) inicia, nesta quarta-feira (22), auditoria de equidade na Secretaria de Ação Social de Vilhena (Semas). A equipe técnica do TCE vai avaliar, em conjunto com a Secretaria Regional de Controle Externo, em Vilhena, as ações do Centro de Produção de Alimentos (CPA), que faz parte do Programa de Apoio à Pessoa Carente, desenvolvido pela Semas.

A auditoria de equidade tem como foco a redução da desigualdade social, contribuindo para a melhoria da qualidade do gasto público e o fortalecimento do controle social. Esse tipo de fiscalização também visa responder à demanda de informação da sociedade no que se refere ao resultado da aplicação dos recursos públicos.

No final do mês de agosto, a secretária regional interina de Vilhena, Valdelice Vieira Nogueira, manteve contato com a titular da Semas, Elizângela Rover, para explicar os objetivos da ação fiscalizatória. De acordo com Elizângela, aproximadamente 4 mil litros de leite, além de pães, bolos e outros tipos de alimentos à base de soja são distribuídos diariamente para 2.700 famílias de baixa renda do município.

PARCERIA

Para realizar a fiscalização, a secretária regional do TCE propôs parceria com o Ministério Público do Estado, através da Promotoria de Vilhena. Nesta terça-feira (21), Valdelice Nogueira foi recebida pela promotora Yara Travalon, curadora da Educação, Infância e Juventude da Comarca.

A promotora, ao aceitar a parceria, enalteceu os trabalhos já desenvolvidos em conjunto pelo TCE e o MP no Cone Sul. “A instalação do Tribunal de Contas em Vilhena veio fortalecer o trabalho desenvolvido pelo Ministério Público nesta região”, disse a promotora, destacando, entre outras ações realizadas conjuntamente, a inspeção na frota de transporte público escolar dos municípios de Vilhena e Chupinguaia.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar