Sem categoria

Arom quer parceria com TCE para realizar evento em outubro

Em visita ao Tribunal de Contas, o presidente da Associação Rondoniense dos Municípios (Arom), Laerte Gomes, aproveitou para pedir a colaboração do órgão na cessão de servidores de seu corpo técnico e ainda a possibilidade de participação de membros para ministrar palestras e coordenar painéis que serão realizados na 1ª Marcha dos Prefeitos Rondonienses, movimento de mobilização dos administradores públicos que será realizado na Capital, em outubro (os dias ainda serão definidos), com o intuito de discutir questões em comum.

A solicitação foi feita por Laerte durante audiência, no Gabinete da Presidência, na última terça-feira (6), com o presidente do TCE, conselheiro José Gomes de Melo, acompanhado do conselheiro Edílson de Sousa Silva e do diretor da Escola de Contas, auditor Davi Dantas da Silva. O encontro teve, ainda, a presença da assessora do Instituto de Estudos e Pesquisas Conselheiro José Renato da Frota Uchôa (IEP), Chirlany Mendanha.

Na oportunidade, Laerte Gomes, que é prefeito do município de Alvorada do Oeste, destacou as parcerias que a Arom e o TCE têm constituído ao longo dos últimos tempos, especialmente quanto a eventos de cunho orientativo-pedagógico para os administradores públicos.

“Com seus técnicos e membros, todos de grande conhecimento e experiência nessa área, o Tribunal dá um suporte fundamental para o administrador público”, disse, explicando que as palestras e os debates que serão realizados durante a Marcha dos Prefeitos terão temas importantes para o aprimoramento da gestão pública municipal em Rondônia.

Depois de ouvir o presidente da Arom, o conselheiro José Gomes lembrou que o Tribunal de Contas, além de sua função fiscalizadora, tem buscado ser parceiro dos administradores públicos: “A Associação dos Municípios pode contar com o Tribunal de Contas para esse auxílio na questão da orientação aos gestores, o que é também uma de nossas preocupações.”

REGIONAIS

Ainda durante o encontro, os presidentes do TCE e da Associação dos Municípios falaram sobre o processo de interiorização por que passa a Corte de Contas, com a abertura de unidades em Vilhena (2010), Cacoal (este ano) e Ariquemes, cuja inauguração foi confirmada para o próximo dia 31 de outubro.

Aproveitando a oportunidade e a presença do conselheiro Edílson de Sousa, relator das contas dos municípios do polo de Ariquemes, o presidente José Gomes convidou Laerte Gomes, como representante dos prefeitos do Estado, para prestigiar a inauguração. “É um momento para ser celebrado por todos, já que o Tribunal está indo para o interior, encurtando distâncias e se aproximando do jurisdicionado e do cidadão”, disse.

Por sua vez, o presidente da Arom salientou que, com a interiorização do TCE, as ações de fiscalização do uso dos recursos públicos, bem como a orientação para a sua melhor aplicação, estão se tornando cada vez mais eficazes: “Nos polos onde o Tribunal já implantou suas regionais, como é o caso de Vilhena e Cacoal, as prefeituras têm obtido benefícios diretos, recebendo auxílios de forma mais prática”, completou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar