Sem categoria

Servidores aderem à campanha de captação de doadores de medula óssea

Servidores e estagiários do Tribunal de Contas participaram da campanha de captação de doadores para o cadastro no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), nesta quarta-feira (26), no auditório do TCE. Foram coletadas amostras de sangue de 139 voluntários.

A campanha é coordenada pela entidade Amigos do Transplante de Medula Óssea (ATMO), associação sem fins lucrativos que apoia familiares e pacientes portadores de leucemia, mieloma múltiplo e outras doenças do sangue, e está sendo desenvolvida em diversos órgãos públicos de Porto Velho.

Conforme o coordenador da ATMO na capital, Lindberg Oliveira, a campanha tem como objetivo principal aumentar a participação do Estado no Redome. O registro de doadores no Brasil conta com aproximadamente 3 milhões de voluntários cadastrados, deste total apenas 60 mil são de Rondônia. A meta da entidade é aumentar de forma significativa este número de cadastros, já que as chances de encontrar um doador são maiores entre pessoas da mesma Região.

Após a coleta do sangue, as amostras seguem para o laboratório onde são realizados exames de histocompatibilidade, que é um teste para identificar características genéticas que podem ter influência no transplante. Em seguida são cadastrados no Redome. “Esse processo demora em média 30 dias, até a pessoa estar definitivamente cadastrada”, disse o coordenador local da ATMO.

A coordenação da entidade também informou que, quem não compareceu à coleta no TCE, pode se encaminhar à Fhemeron para fazer a doação de sangue, lembrando que o órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar