Sem categoria

TCE divulga resultados estratégicos obtidos no segundo trimestre

Os resultados obtidos no segundo trimestre (abril a junho) referente à execução das ações e atividades previstas para o atual exercício, dentro do Plano Estratégico 2011/15 do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO), foram apresentados nesta quinta-feira (21), durante a segunda Reunião de Análise Estratégica (RAE), instrumento introduzido com a aprovação da Resolução nº 136/2013.

Dirigida pelo presidente do TCE-RO, conselheiro José Euler Potyguara Pereira de Mello, a RAE contou com a participação de secretários, diretores e chefes dos setores envolvidos diretamente na execução do objetivo estratégico do PE 2011/15, bem como de representante da Associação Brasileira de Orçamento Público (Abop), contratada para realizar a consultoria relativamente ao Plano.

Na oportunidade, foi apresentado pela Secretaria de Planejamento (Seplan) do TCE-RO um relatório com números sobre a execução do Plano Estratégico, destacando-se as atividades finalizadas no prazo (42% do total) e a evolução, ao longo do exercício, de indicadores como o Iepe – que indica o grau de execução do PE 11/15 – e o Iamoe – que avalia metas e objetivos estratégicos.

Foram ainda enfocados os planos de ação referentes aos sete objetivos estratégicos atualmente em execução no TCE, totalizando 49 ações e 240 atividades. Essas ações integram o sistema de gestão à vista do Tribunal, servindo para assessorar a administração da Corte na tomada de decisões e no monitoramento da qualidade dos serviços e do desempenho da gestão.

REPERCUSSÃO

Durante a reunião, o conselheiro presidente José Euler destacou a importância do ambiente de sinergia entre setores e servidores, bem como da contribuição dada pela Abop, quanto ao monitoramento da execução do Plano Estratégico. Falou ainda do sentimento de aculturamento vivenciado na Corte, relativamente à importância do planejamento para a consecução dos resultados pretendidos.

O conselheiro Euler ressaltou também o fato de os avanços obtidos a partir da execução do Plano Estratégico estarem repercutindo não só interna, mas externamente, citando, nesse sentido, parcerias com outros órgãos, como o Ministério Público (MP) e o Tribunal de Contas da União (TCU), na execução de operações e atividades em defesa do patrimônio público, ressaltando o aumento da credibilidade do TCE-RO junto à própria sociedade rondoniense.

Durante a reunião também foram mencionadas as resoluções aprovadas pelos Tribunais de Contas, durante o encontro nacional realizado este mês, no Ceará, as quais atualizaram os critérios utilizados pela Associação Nacional dos TCs (Atricon) na avaliação das Cortes de Contas brasileiras.

Na primeira avaliação, em 2013, o TCE rondoniense foi bem avaliado, devido, entre outros pontos, à convergência de suas ações e objetivos estratégicos com os itens do programa da avaliação da Atricon, indicando, assim, o acerto da instituição em apostar na eficiência do planejamento estratégico.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar