Notícias

Setic/Coinfra alerta sobre cuidados ao acessar e-mails, sites e arquivos

A Secretaria Estratégica de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic) através de sua Coordenadoria de Infraestrutura de TIC (Coinfra), pede aos usuários de computadores que fiquem atentos a possíveis golpes e/ou ameaças advindas do uso de e-mails, sites e arquivos.

Desde 2010 a Corte de Contas possui o software denominado Antivírus Corporativo que impõe proteção contra diversas pragas eletrônicas (vírus, “worm”, “trojans”, “spyware”, “adware”, entre outros), que possam comprometer a segurança dos computadores do Tribunal.

Mesmo com a proteção proporcionada pelo antivírus, faz-se necessário que os usuários tenham cuidado ao utilizar os recursos tecnológicos, já que determinadas ações podem comprometer parte dessa proteção.

Sendo assim, a Setic/Coinfra faz algumas recomendações para aumentar o nível de segurança no uso desses recursos tecnológicos, como por exemplo:

• Tenha cuidado ao abrir anexos de e-mail (anexos são arquivos que vêm com mensagens de e-mail e atualmente é a principal fonte de disseminação de vírus). Nunca abra um anexo de alguém que você não conhece. Mesmo se conhecer o remetente e não estiver esperando um anexo, verifique se ele realmente o enviou antes de abri-lo. Não considere que mensagens vindas de conhecidos são sempre confiáveis, pois o campo de remetente pode ter sido falsificado ou elas podem ter sido enviadas de contas falsas ou invadidas;

• Guarde suas informações pessoais com muito cuidado. Se um site pedir o número do seu cartão de crédito, informações bancárias ou outras informações pessoais, verifique se o sistema de transação é seguro e se você pode confiar nesse site. Confira o endereço do site e confirme que é realmente da instituição correta. Sites falsos normalmente possuem endereços com nomes que não se referem à instituição;

• Cuidado ao clicar em hiperlinks em mensagens de e-mail.
Hiperlinks são links que, quando clicados, abrem sites da web. Frequentemente usados em golpes de “phishing” e “spyware”, mas também transmitem vírus. Clique somente em links de mensagens de e-mail que você tenha certeza da legitimidade;

• Autorize instalações somente de complementos de sites dos quais você confie (complementos do navegador da web permitem que páginas web exibam itens como barras de ferramentas, vídeos, animações, cotações de ações, etc). Entretanto os complementos também podem instalar “spywares” ou outros softwares mal-intencionados. Se um site pedir que você instale um complemento, verifique se ele é confiável antes de fazê-lo.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar