Notícias

Idealizador do programa, conselheiro do TCE-RO destaca propósitos e relevância do Profaz

Ainda dentro da solenidade de lançamento do Profaz nesta terça-feira, foram explicados os objetivos do programa, em explanação feita pelo conselheiro Benedito Antônio Alves, presidente da comissão instituída pelo TCE para o programa.

Além de fazer um breve histórico do programa, ele abordou, entre outros pontos, os propósitos e relevância do Profaz, cujo foco é a governança econômico-fazendária dos municípios rondonienses, além do desenvolvimento econômico-sustentável, prevalecendo a solidariedade, a cooperação e a sustentabilidade, bem como o aperfeiçoamento de mecanismos de transparência da gestão fiscal e de comunicação com a sociedade local.

O conselheiro Benedito Alves falou ainda de outros pilares do programa, como a promoção da regularização fundiária e a utilização de tecnologia e inovação voltadas à produção, respeitando-se o meio ambiente; a redução da burocracia e atração de novas empresas; o despertamento do empreendedorismo e a melhoria das empresas locais no tocante à competitividade, resultando no fortalecimento da economia e das finanças municipais, com incremento da receita e também do bem-estar da coletividade.

Citou ainda as etapas já realizadas, as que estão em andamento ou serão executadas, entre as quais, a assinatura da adesão dos municípios, etapa fundamental para o sucesso do projeto e, consequentemente, para seus objetivos, entre os quais, a identificação da vocação econômico-sustentável dos municípios e das regiões do Estado.

“É inadmissível que 90% do que consumimos em Rondônia venha de outros lugares, sendo que, na maioria das vezes, são itens que podem ser produzidos aqui, gerando um ciclo virtuoso que beneficia todos, incluindo a parte mais necessitada, que é a sociedade”, exemplificou o conselheiro.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar