Notícias

Agentes públicos do TCE e visitantes passam a ter internet sem fio na sede em Porto Velho

Como fruto da aquisição recentemente de solução de rede sem fio indoor corporativa, o Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO), em sintonia com os objetivos estratégicos da Corte, disponibiliza, a partir desta segunda-feira (19), em sua sede, em Porto Velho, um serviço de acesso público à internet, por meio de “wireless”, denominado Projeto “WiFiTCE – Uma rede para todos”.

O acesso à rede sem fio do TCE permitirá ainda maior mobilidade aos usuários, facilitando a acessibilidade a serviços e conteúdos da rede mundial (web), a partir de computadores portáteis (“notebooks”, “netbooks”), bem como “smartphones”, “tablets” e outros equipamentos móveis com capacidade de comunicação sem fio (Wi-Fi).

Para tanto, o TCE adquiriu equipamentos de alta fidelidade e segurança com pontos de acesso autogerenciáveis e que cobrem todos os padrões de wi-fi com alta velocidade, a fim de que se tenha rede sem fio de qualidade em todas as dependências da Corte de Contas em Porto Velho e com acesso a todos os sistemas e serviços eletrônicos oferecidos pelo Tribunal de Contas.

COMO FUNCIONARÁ

Em razão dessa novidade, a Secretaria Estratégica de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), por meio da Coordenadoria de Infraestrutura de TI e Comunicação (Coinfra), responsáveis pela coordenação do projeto, publicou um manual de boas práticas para uso da rede wifi, alinhado à política de segurança da informação do Tribunal.

O manual (disponível neste link) contempla, entre outros pontos, a forma de acesso, que se dará por meio de três redes distintas: Visitantes (que funcionará durante a semana, de 7h às 18h), Móvel e Corporativa (que funcionarão 24 horas), todas elas com limitações e dentro das políticas de segurança implantadas na rede física do Tribunal

A primeira é de acesso temporário e tem como público-alvo jurisdicionados, visitantes, advogados, jornalistas, entre outros que frequentam o Tribunal. Neste caso, o usuário, deverá fazer um cadastro na recepção do TCE, onde receberá “Usuário” e “Senha” para se conectar à internet.

Já a Rede TCE Móvel é voltada aos servidores, estagiários e colaboradores terceirizados da Corte que tenham dispositivos móveis particulares. Neste caso, para se conectar basta utilizar o mesmo usuário e senha da rede cabeada.

Já os dispositivos móveis de propriedade do Tribunal, como “notebooks””, dão acesso à Rede TCE Corporativa, ou seja, arquivos do TCE, intranet e internet com as políticas de segurança aplicadas na rede física. Neste caso, é preciso homologar o dispositivo junto à Setic, para que se tenha certeza de que estão com as proteções antivírus devidamente atualizadas.

CONFIGURAÇÃO

Também foram disponibilizados pela área tecnológica do Tribunal de Contas dois documentos com procedimentos específicos para configuração de “smartphones”: um para iOS (acesse aqui) e outro para Android (aqui).

No momento da configuração, é preciso que o usuário se atente em não acessar a rede que não seja correspondente ao seu perfil, o que poderá acarretar em bloqueio do dispositivo.

 

 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar