Notícias

TCE adere à campanha da OAB-RO visando garantir prerrogativas de advogadas grávidas e lactantes

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO) aderiu nessa quarta-feira (26) à campanha deflagrada pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Rondônia (OAB-RO) visando assegurar a aplicabilidade de garantias legais para advogadas grávidas, lactantes e mães de recém-nascidos, nos moldes do que determina a Lei nº 13.363/2016, que alterou o Estatuto da Advocacia e o Código de Processo Civil, ampliando direitos para advogadas.

Durante o ato, realizado na sede da Corte de Contas, o presidente da OAB-RO, Elton Assis, acompanhado de outros representantes da classe, entre os quais, a presidente da Comissão da Mulher Advogada (CMA), Karoline Monteiro, falou ao conselheiro presidente Edilson de Sousa Silva que, uma das prerrogativas asseguradas na lei, é a de que advogadas não sejam submetidas a detectores de metais e aparelhos de raio X durante o período de gestão e lactação.

De acordo com os representantes dos advogados, a iniciativa integra o Plano de Valorização da Mulher Advogada (Provimento 164/2015 do Conselho Federal da OAB), que visa ampliar atribuições com a construção de uma pauta de apoio à mulher na sociedade, visando a igualdade de gênero e a participação das mulheres nos espaços de poder.

Uma dessas ações são os encaminhamentos oficiais, que, além do TCE, serão direcionados a outras instituições públicas do Estado, a fim de dar cumprimento, na prática, das prerrogativas asseguradas legalmente. “São demandas que contemplam não apenas as advogadas, mas todas as mulheres de nossa sociedade”, disse o presidente da OAB-RO.

SENSIBILIDADE

Elton Assis ainda ressaltou a sensibilidade demonstrada pelo TCE, ao longo de sua história, no atendimento às demandas referentes à advocacia rondoniense, condição que também foi destacada pelo conselheiro presidente Edilson de Sousa, em sua fala aos representantes da Ordem.

Entre outras ações, Edilson de Sousa citou a disponibilização da Sala do Advogado, espaço nas dependências do Tribunal que reforça ainda mais a aproximação dos advogados com o TCE, além da implementação de carteiras de identificação para facilitar e agilizar o acesso da classe à sede da Corte, bem como ao manancial de informações jurídico-administrativas de sua biblioteca. Também sistemas informatizados, como PCe, Jurisprudência, entre outros, que disponibilizam acesso virtual a decisões, processos e demais documentos do TCE.

Particularmente em relação às advogadas, falou do atendimento ao pedido da OAB-RO, feito exatamente por meio da Comissão das Mulheres Advogadas, a fim de garantir o respeito ao atendimento prioritário às advogadas que estejam grávidas ou lactantes em atividades como sustentação oral durante as sessões, assim como em outros procedimentos no âmbito do TCE.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar