Notícias

SGCE promove reunião de análise estratégica do Plano Integrado 2019/2020

Os resultados obtidos no que se refere à execução de ações e atividades até o momento do Plano Integrado 2019/2020 da Secretaria-Geral de Controle Externo (PICE/SGCE), foram apresentados na última quarta-feira (10), no auditório do Tribunal de Justiça (TJ-RO), durante a primeira Reunião de Análise Estratégica (RAE) do atual exercício.

Dirigida pelo titular da SGCE, auditor de controle externo Bruno Botelho Piana, a RAE contou com a participação do conselheiro presidente Edilson de Sousa Silva, além de coordenadores e servidores das subunidades que integram o controle externo e estão envolvidas na execução e no monitoramento do Plano Integrado 2019/2020.

Os trabalhos foram abertos pelo secretário-geral Bruno Piana, que, entre outros pontos, lembrou que a gestão estratégica da unidade visa à consecução de um controle efetivo e com responsabilidade. Também agradeceu o empenho de todos os servidores da SGCE e de todo o TCE, bem como da Alta Direção e dos membros.

Destacou ainda os avanços obtidos até o momento, com a execução das ações previstas no PICE, adiantando que na reunião de análise estratégica de quarta-feira a prioridade era a identificação de pontos de melhorias para o controle externo, haja vista a sequência do plano, que se estende até março de 2020.

Seguindo a programação, foram apresentadas, por representantes das subunidades da SGCE, tópicos das etapas já concluídas do Planejamento Integrado, evidenciando medidas adotadas; metas estabelecidas; planos de ação elaborados; medidas a serem implementadas; e, ainda, aspectos relativos à gestão de riscos.

O conselheiro presidente Edilson de Sousa citou melhorias e benefícios para o fortalecimento do controle externo do TCE-RO

ALTA DIREÇÃO

Ainda dentro da RAE, houve a participação do conselheiro presidente Edilson de Sousa Silva, que, inicialmente, falou de sua alegria e satisfação com o novo momento da SGCE, renovando sua expectativa quanto aos processos que estão sendo gestados para a atividade-fim do Tribunal.

Destacou ainda avanços obtidos para a melhoria do ambiente funcional do controle externo, não só no aspecto financeiro, mas também na área do conhecimento, da qualidade no ambiente de trabalho e das perspectivas de ascensão profissional dentro da instituição, por meio de processo seletivo, entre outros.

Foram citadas ações importantes, que integram a Gestão de Pessoas por Competências, como o recém-aprovado Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR), desejo antigo dos servidores; a reforma do edifício-sede, um esforço da instituição na busca de um ambiente organizacional mais saudável e confortável para todos; a realização de concurso público para a carreira; assim como investimentos em sistemas de TI visando à melhoria da fiscalização e da própria condição de trabalho, através, por exemplo, de iniciativas como o teletrabalho.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar