DestaqueEventosInstitucionalTCE-RO

TCE reconhece trabalho feito em sua Corregedoria

Após 8 anos de dedicação ao Tribunal de Contas, delegado da Polícia Civil é homenageado por atuação marcante na Corregedoria e na área de inteligência

Em solenidade realizada nessa quarta-feira (29), na sala de reuniões da Presidência, o Tribunal de Contas (TCE-RO) prestou homenagem ao delegado da Polícia Civil, Rogério Alessandro Silva, que está deixando a Corte de Contas após mais de oito anos de relevantes serviços prestados, em especial na Corregedoria-Geral e na área de inteligência e integridade.

Devido às medidas internas de prevenção ao coronavírus (Covid-19), o ato teve participação reduzida, contando apenas com as presenças do conselheiro presidente Paulo Curi Neto; do conselheiro Edilson de Sousa Silva, corregedor-geral à época e responsável pelo convite para que Rogério assumisse a Chefia de Gabinete da Corregedoria do TCE; e os servidores Fernando Garcia, amigo pessoal, e Alessandra Mie Araújo Otakara, esposa do homenageado.

O presidente Paulo Curi buscou valorizar a trajetória de Rogério na Corte, citando ainda suas competências e habilidades pessoais e profissionais

Durante a cerimônia, destacaram-se, nos pronunciamentos, características de Rogério Alessandro não só no âmbito profissional, mas também no aspecto pessoal, enfatizando a rica e bonita história construída por ele no TCE junto aos demais colegas, relativamente a princípios, amizades e respeito, assim como o modo sereno, comedido e cortês no tratamento com todos.

De modo particular, o conselheiro Edilson de Sousa citou o desafio lançado – e aceito por Rogério Alessandro – de reestruturar a Corregedoria-Geral do TCE-RO, otimizando e assegurando excelência à atuação da unidade correcional, que, assim, se tornou referência no sistema Tribunais de Contas.

“Tanto é verdade que, posteriormente, por ocasião da criação e implantação da Rede Nacional de Informações Estratégicas para o Controle Externo, a Rede InfoContas, o Rogério, dada sua expertise nessa área, teve atuação marcante e fundamental, contribuindo para essa melhoria para os Tribunais de Contas, assim como no repasse de conhecimento e auxílio na implantação de estruturas de corregedorias de diversos TCs”, relembrou Edilson de Sousa.

Destacou-se, ainda, a atuação de Rogério Alessandro nos trabalhos que envolveram a implantação do Processo de Contas eletrônico (PCe) no âmbito do Tribunal. Lançado em 2014, o PCe se consolidou entre os usuários internos e externos e, hoje, com o advento da pandemia, se mostra essencial, como ferramenta para o pleno desenvolvimento do teletrabalho.

AGRADECIMENTO

Após as manifestações, foi feita a entrega de uma placa em homenagem a Rogério Alessandro. Emocionado, ele pautou sua fala no agradecimento, especialmente ao Tribunal de Contas, pela oportunidade, e seus membros e servidores, pelo carinho e consideração ao longo de sua jornada na Instituição.

“Sinto-me feliz e realizado por tudo que fiz aqui, no Tribunal, principalmente os amigos que certamente levarei para a vida toda. Retorno ao quadro de membros da Polícia Civil mais preparado, com mais experiência e conhecimento, para os desafios que terei pela frente”, complementou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Skip to content