Covid-destaqueCovid-noticiasParceirosTCE-RO

Será hoje, às 15h, a ‘live’ de lançamento do Hotsite Nacional dos Tribunais de Contas para monitoramento da vacinação contra a Covid

O objetivo do portal eletrônico é oferecer informações consolidadas aos cidadãos e facilitar o controle social das ações empreendidas nas campanhas de vacinação

O Conselho Nacional de Presidentes dos Tribunais de Contas (CNPTC) realiza nesta quinta-feira (15/4), às 15 horas, no horário de Rondônia (16h no horário de Brasília), a live de lançamento do hotsite Nacional dos Tribunais de Contas – monitoramento da vacinação contra a Covid-19.

A página eletrônica (acesse aqui) é uma iniciativa do Conselho, com apoio da ABRACOM, ATRICON, IRB, TCU, TCE-MT, TCM-GO e MPC/TCM-GO, e reúne as ações de fiscalização e os planos de vacinação contra a Covid-19, dos estados, municípios e Distrito Federal.

A transmissão será pelo canal do CNPTC no YouTube, com a participação dos Tribunais de Contas e das entidades do sistema de controle externo (acesse aqui).

O VacinaCovid-19TC surgiu a partir da necessidade de uma atuação sistêmica, cooperativa e sinérgica dos Tribunais de Contas brasileiros que tem como objetivo oferecer informações consolidadas aos cidadãos e facilitar o controle social das ações empreendidas.

Por meio do hotsite, o cidadão poderá acompanhar as ações das campanhas de vacinação realizadas pelos Estados e Municípios

Desse modo, o cidadão pode acompanhar as ações como: planos de vacinação estaduais ou municipais e materiais de orientação e apoio aos gestores. O objetivo é mapear o planejamento e a execução da imunização nos municípios do Brasil, bem como proporcionar a transparência dos planos de vacinação e o compartilhamento de ações entre os TCs.

O presidente do Conselho Nacional de presidentes dos Tribunais de Contas, conselheiro Joaquim Alves de Castro Neto, disse que a ferramenta disponibilizada reúne informações acessíveis a todos, permitindo rápidas conclusões sobre a existência ou não dos planos de vacinação.

“Evidentemente, a solução agrupada sob a forma de 27 hotsites estaduais, geridos pelos respectivos TCs, congregados a um hotsite nacional comandado pelo CNPTC, é apenas a primeira parte do trabalho. Demanda, naturalmente, a adesão dos Tribunais, a designação e qualificação de colaboradores e a alimentação com os dados de cada ente municipal, de modo a estabelecer o mosaico dinâmico da evolução da vacinação em todo o território nacional.”

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar