ACOMPANHAR SESSÃO
ParceirosTCE-RO

Atricon e TCE-RO participam das celebrações dos 100 anos do TCE-SP

A Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), por seu presidente Edilson de Sousa Silva (TCE-RO), participou, nesta segunda-feira (6/5), das comemorações dos 100 anos do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP).

A solenidade também contou com a participação do presidente do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO), Wilber Coimbra.

Ao formar a mesa de honra do evento, o presidente da Atricon, Edilson Silva, em seu pronunciamento, falou da oportunidade de reflexão proporcionada pela celebração do centenário de uma instituição, como o TCE-SP.

“E, neste momento, como não lembrar das palavras do poeta Mário Quintana, em seu poema sobre o tempo: A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa. Quando se vê, já são seis horas. Quando se vê, já é sexta-feira. Quando se vê, já é Natal. Quando se vê, já terminou o ano. Quando se vê perdemos o amor da nossa vida. Quando se vê passaram 50, 100 anos!”.

O presidente da Atricon, Edilson Silva (TCE-RO), em seu pronunciamento durante a solenidade

Nesse aspecto, enfatizou a importância do TCE paulista na conjuntura do Sistema de Controle Externo nacional.

“O TCE de São Paulo participou ativamente da evolução histórica e política do Estado de São Paulo e, por que não dizer, do estado brasileiro, desempenhando um papel crucial na promoção da transparência, da responsabilidade e da eficiência na gestão dos recursos públicos”, acentuou o conselheiro Edilson.

COLAR DO CENTENÁRIO

A cerimônia teve como ponto alto a Outorga do Colar do Centenário, concedida, por indicação do colegiado daquela instituição, a pessoas naturais ou jurídicas que colaboraram para o aperfeiçoamento das atividades do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, ao longo de sua existência.

A honraria foi entregue a autoridades políticas e do mundo jurídico, a exemplo do vice-presidente da República, Geraldo Alckmin; do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas; dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, André Mendonça, Cristiano Zanin e Dias Toffoli; do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas; e do presidente do Tribunal de Contas de Portugal, José Tavares.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo