Sem categoria

Palestras sobre sistemas informatizados do TCE movimentam Mostra Rondoniense de Gestão Pública

A eficiência, a praticidade e a economicidade obtidas pelo Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO), com o desenvolvimento de dois sistemas de informática – o Sistema Integrado de Gestão e Auditoria Pública (Sigap) e o Sistema de Acompanhamento Processual (SAP) –, foram tema de palestras na última terça-feira (dia 17), durante a 1ª Mostra Rondoniense de Práticas de Gestão do Setor Público, realizada pelo Núcleo Regional do Programa Nacional de Gestão Pública e Desburocratização (Gespública).

Os servidores Marcelo de Araújo Rech e Alexandre Barbosa Travassos, ambos da área de Desenvolvimento de Programas da Secretaria Geral de Informática (SGI) do TCE, foram os responsáveis pela explanação sobre os dois sistemas para os participantes da Mostra, que é realizada no auditório da União das Escolas Superiores de Rondônia (Uniron), no Shopping Porto Velho.

Marcelo falou sobre o Sigap, que passou a ser desenvolvido pelo TCE a partir de 2005. “Gasta-se, anualmente, R$ 204 mil com o desenvolvimento desse projeto, mas só com papel são economizados R$ 180 mil. Antes do Sigap, eram utilizadas 45 toneladas por ano de papel”, afirmou.

Além da redução no consumo de papel, o Sigap também proporcionou mais agilidade no processo de recuperação das informações, disponibilizando esses dados de forma online. “Assim há melhor controle e aproveitamento de forma racionalizada da informação apresentada, facilitando o planejamento da auditoria”, ressaltou o técnico.

Ainda segundo Marcelo Rech, a confiabilidade do sistema permite que todos os prefeitos e presidentes de Câmara dos 52 municípios de Rondônia atualmente tenham certificador digital via Sigap. “O próximo passo é que o sistema possa ser acessado pela internet não só pelo TCE e pelo jurisdicionado, mas também pelo próprio contribuinte”, adiantou.

PROTOCOLO

Tendo como tema “Gestão sistematizada de documentos no Tribunal de Contas”, a palestra de Alexandre Travassos teve como foco o SAP. Ele fez um breve histórico do sistema, mostrando sua evolução desde o conhecido Livro de Protocolo, utilizado até 1992, passando pelas primeiras versões do SAP.

“O desenvolvimento do Sistema começou em 1992, utilizando uma base Unix. Em 1999, houve o lançamento da segunda versão, com a implantação de boa parte das regras de validação. Em 2006 veio a terceira versão, atualmente utilizada pelo Tribunal de Contas”, relembrou.

A utilização do programa proporcionou, ainda de acordo com Alexandre, aumento da produtividade do servidor, dando maior confiabilidade às informações e celeridade aos processos, além de reduzir o tempo para localização dos documentos. “Os próximos desafios são a digitalização dos processos que estão no arquivo geral do Tribunal e a implantação da Gerência Eletrônica de Documentos (GED) e da assinatura digital dentro do SAP”, disse.

Para a coordenadora-executiva do Núcleo Regional do Gespública, Érika Albuquerque, a palestra dos técnicos do TCE foi importante dentro da proposta da Mostra Rondoniense, que é o compartilhamento de ideias e soluções entre os órgãos públicos. “Pelo que foi demonstrado, o Tribunal de Contas tem obtido resultados excelentes com esses dois programas”, observou.

Clique na imagem acima para visualizar a galeria de fotos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar