Sem categoria

Novo conselheiro participa da última sessão do Pleno em 2009

Empossado na terça-feira passada (dia 8), o conselheiro Paulo Curi Neto já participa da última sessão do Pleno do Tribunal de Contas do Estado de Rondônia (TCE-RO), nesta quinta-feira (10), a partir das 9 horas.

Também empossada na última terça-feira, a procuradora-geral Érika Patrícia Saldanha Oliveira participa da sessão, mas ainda de forma interina, já que seu mandato começa a contar a partir de 1º de janeiro, estendendo-se até 31 de dezembro de 2011.

Paulo Curi e Érika Saldanha foram nomeados pelo governador do Estado, Ivo Cassol, no último dia 2, e empossados na terça-feira passada, em solenidade que lotou o auditório do edifício-sede do TCE.

Paulo Curi toma assento no corpo deliberativo desta Corte de Contas pela primeira vez. Na terça-feira passada, ele aproveitou a última sessão da 1ª Câmara do Tribunal em 2009 para também encerrar suas atividades no órgão, do qual era representante do Ministério Público de Contas.

Na ocasião, os membros da 1ª Câmara comentaram a despedida do então procurador, que, mais à tarde, seria empossado conselheiro. “A 1ª Câmara perde, mas o Pleno ganha, com certeza, um conselheiro competente e capacitado para esse novo desafio”, comentou o conselheiro Edílson de Sousa Silva.

Ele ainda elogiou a decisão do governador Ivo Cassol, ao indicar o nome de Paulo Curi Neto para ocupar o cargo de conselheiro do TCE. “O governador foi sábio e honrou a Constituição, fazendo cumprir o quinto constitucional, ao dar a vaga de conselheiro ao Ministério Público de Contas”, enfatizou.

Já o presidente da 1ª Câmara, conselheiro José Euler Potyguara Pereira de Mello, lembrou-se da trajetória de Paulo Curi no Tribunal, culminando com a assunção ao cargo de conselheiro.

“Sou testemunha da sua capacidade e devoção a esta Corte. Por várias vezes também me vali da sua capacidade intelectual, principalmente na área do Direito, com orientações e discussões acerca de matérias de interesse deste Tribunal”, contou.

A dedicação do novo conselheiro ao TCE foi lembrada, ainda, pelo conselheiro substituto Davi Dantas da Silva, que também ocupava assento na última sessão da 1ª Câmara: “Pela forma correta e dedicada que Paulo Curi Neto sempre atuou neste Tribunal, ele é merecedor desse cargo. Que Deus ilumine seu caminho para que suas decisões sejam sempre justas e imparciais.”

EMOÇÃO

Agradecido e emocionado pelas palavras e elogios dos conselheiros, o então procurador Paulo Curi Neto relembrou os primeiros tempos de TCE. “Entrei com a arrogância própria daqueles que têm excesso de idealismo. Mas posso dizer, fazendo um exame de consciência, que estes quase 10 anos de Ministério Público de Contas foram anos de dedicação, nos quais errei bastante, reconheço, mas procurei fazer tudo o que estava ao meu alcance”.

Mais à frente em sua fala, Paulo Curi ressaltou a importância dos três membros da 1ª Câmara que estavam presentes na sua trajetória dentro da Corte de Contas: “É com orgulho que encerro minha participação nesta Câmara ao lado de três amigos, que muito contribuíram para meu crescimento profissional.”

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar