Sem categoria

Projeto do TCE tem palestras em universidades e escolas de Ji-Paraná

O Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) realizou, na noite da última segunda-feira (31), no município de Ji-Paraná, o projeto “Corte de Contas Cidadã”, que visa aproximar a instituição da sociedade e estimular sua participação na fiscalização do dinheiro público.

O projeto, que é desenvolvido pela Escola de Contas (braço do TCE responsável pela difusão de conhecimento e aprimoramento), acontece paralelamente ao VII Encontro de Atualização Administrativa, que a Corte realiza para técnicos e gestores públicos dos municípios do polo de Ji-Paraná.

Na segunda-feira foram realizadas duas palestras. Na Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), o diretor da Escola de Contas, auditor Davi Dantas da Silva, falou para acadêmicos dos cursos de Administração, Ciências Contábeis e Direito sobre a missão e a importância do TCE na administração pública.

“O Tribunal de Contas é o órgão técnico responsável pelo controle externo das contas públicas. Para isso, conta com um quadro técnico de excelência e toda uma estrutura, a fim de garantir a maior eficiência e eficácia possíveis”, disse.

O auditor enfocou também a participação do cidadão no processo de fiscalização da máquina pública: “É o chamado controle social, que precisa ser estimulado e praticado com mais consciência pelo cidadão.”

Responsável pela coordenação do curso de Administração da Ulbra, a professora Mônica Feitosa elogiou a iniciativa do TCE de buscar a aproximação com o cidadão. “Considero válida e muito importante a presença do Tribunal de Contas aqui para que os nossos alunos possam conhecer e entender melhor como funciona o órgão”, declarou.

PALESTRA PARA O EJA

Também a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Professora Edilse dos Santos Freitas, no bairro São Bernardo, recebeu o projeto do TCE. Os alunos do curso de Educação para Jovens e Adultos (EJA) da escola ouviram palestra do assessor da Escola de Contas, Cláudio José Uchôa.

O servidor também falou da necessidade de mudança na postura do cidadão, cobrando e fiscalizando os administradores públicos. “Se o cidadão vê um erro tem de denunciar, porque, assim, estará colaborando para o aprimoramento da administração pública e, consequentemente, levando benefício para toda a coletividade.”

Na ocasião, o vice-diretor da Escola, Valdir Roberto Vessoni, lembrou que assuntos relativos à administração pública têm de ser tratados com seriedade e profundidade. “E nada melhor do que os técnicos do Tribunal, que detêm grande conhecimento nessa área, para instruir nossos alunos”, completou.

ATUALIZAÇÃO

Em relação ao VII Encontro de Atualização, a capacitação prossegue nesta terça-feira (1º), nas dependências do Hotel Maximus, com aulas cujos temas são os seguines: Atos de Pessoal, Licitação, Controle Interno, Processo Legislativo Municipal, PPA, LDO e LOA e Controle da Administração Pública pelo TCE.

O treinamento, que já aconteceu nos municípios de Cacoal e Vilhena, será realizado ainda nos municípios de Ariquemes (na próxima sexta-feira e no sábado) e Porto Velho (dias 8 e 9 de junho). O TCE conta com a parceria da Arom e das prefeituras municipais para o evento.

Clique na imagem acima para visualizar a galeria de fotos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar