Sem categoria

Participantes destacam qualidade e importância de curso sobre Fundeb

Participantes do curso de operacionalização e aperfeiçoamento do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), que foi aberto na última segunda-feira e termina nesta quarta (15), no auditório da Câmara de Vereadores de Cacoal, fizeram uma avaliação sobre o conteúdo apresentado até o momento.

Os capacitandos ressaltaram, além da importância dos assuntos abordados, o nível de conhecimento dos instrutores, que conseguiram transmitir seus pensamentos e ajudar a resolver dúvidas relativas ao exercício da função de membro de Conselhos Municipais de Educação (CMEs), órgãos responsáveis pela fiscalização da aplicação dos recursos públicos inerentes ao Fundeb.

Servidora da Secretaria de Educação de Cacoal, a conselheira do Fundeb, Rossana Pena da Silva, aponta como pontos positivos do curso a forma dinâmica de apresentação dos temas. “Os instrutores abrem espaço para intervenções, tornando o aprendizado mais fácil. As dúvidas são tiradas na hora. Essa metodologia de podermos intervir a qualquer momento é muito melhor do que ficar anotando para, no final, questionar”, salienta.

Presidente do CME de Novo Horizonte do Oeste, onde também é diretor de escola, Evanildo Souza acredita que voltará ao seu município mais preparado para a função de fiscalizar os recursos do Fundeb: “Essa capacitação, com análise de casos práticos, do cotidiano da atividade administrativa, é muito útil. Vamos levar todas as informações adquiridas aqui para repassar aos nossos conselheiros em Novo Horizonte.”

LEGISLAÇÃO

A conselheira do Fundeb Doralice Rosa de Mendonça, que trabalha na Secretaria de Educação de Pimenta Bueno, considerou todos os assuntos interessantes e citou como muito importante a parte que tratou das legislações. “Há uma grande preocupação dos prefeitos quanto à gestão municipal, em agir corretamente, mas por outro lado há a insegurança jurídica, pois não se sabe o caminho certo a ser percorrido. O Tribunal faz o certo: instrui, orienta, para depois cobrar.”

Diretor de escola e titular do CME de Cacoal, Vilmar Rosa de Mendonça classificou como fundamental para os conselheiros e secretários de Educação a participação nesse tipo de evento. “É uma iniciativa interessante do Tribunal de Contas, porque a instituição vem até os municípios, tira dúvidas ‘in loco’, melhorando nosso trabalho. Sem dúvida, saio mais preparado para exercer minhas atribuições de conselheiro do Fundeb”, finaliza.

O curso sobre Fundeb é realizado pelo Instituto de Estudos e Pesquisas Conselheiro José Renato da Frota Uchôa (IEP)/Escola de Contas, em parceria com a Secretaria Regional de Controle Externo do TCE, em Vilhena, com o apoio da Prefeitura e da Câmara de Cacoal.

Nesta quarta-feira, no encerramento da capacitação, os participantes receberão certificados. O IEP/Escolta de Contas, que já realizou o mesmo curso em Vilhena, no mês de agosto, planeja novas edições da atividade de qualificação para os municípios de Ji-Paraná e Ariquemes. As datas ainda não foram definidas.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar