Sem categoria

Com apoio do TCE, servidores auxiliam Pestalozzi em projeto de inclusão digital

Numa iniciativa dos servidores, com o apoio do Tribunal de Contas (TCE-RO), a Associação Pestalozzi de Porto Velho será contemplada, ainda no início de 2011, com serviços para instalação de um laboratório de informática que possibilitará o atendimento de crianças e adultos portadores de necessidades especiais assistidos pela entidade. O laboratório permitirá a interligação de computadores em rede, com acesso à internet e impressora.

Todo o projeto de instalação da rede e montagem do laboratório de informática está sendo executado pelos servidores lotados no Departamento de Suporte e Operação, setor subordinado à Secretaria Geral de Informática (SGI), com respaldo da Presidência do TCE.

De acordo com o assessor de Informática Antônio José do Carmo de Moraes, o trabalho, que é feito de forma voluntária e fora do expediente normal de funcionamento do Tribunal de Contas, já está em fase adiantada. “A rede lógica (instalação onde passam os cabos de rede que possibilitam o acesso de vários computadores entre si) ficará pronta em dezembro”, diz.

Já o chefe do Departamento de Suporte e Operação, Charles Rogério Vasconcelos, destacou a participação e o envolvimento de todos os servidores da SGI, inclusive do seu secretário-geral, Sílvio Bueno, bem como o empenho da Presidência para que o ato de solidariedade se concretize.

Nesse aspecto, o presidente do TCE, conselheiro José Gomes de Melo, ressaltou que, ao concluir esse trabalho, o Tribunal de Contas garante a participação no processo digital àqueles que não têm acesso a essa evolução tecnológica. “A inclusão digital da parcela mais carente de nossa sociedade é muito importante, e é um dever social de todos nós e das instituições públicas e privadas incentivá-la.”

INTERNET

Os servidores do Departamento de Suporte e Operação também estão desenvolvendo um site para a instituição, cujo conteúdo terá um breve histórico, informações, notas, registros fotográficos, servindo ainda como instrumento para prestação de contas à sociedade das atividades desenvolvidas pela Pestalozzi.

“É uma contribuição pequena perto da grandeza do trabalho que a Pestalozzi realiza em favor da nossa sociedade”, disse o servidor Antônio José, aproveitando para convidar os servidores que quiserem participar da ação solidária a procurá-lo no Departamento de Suporte e Operação. “Há várias formas de ajudar, aproveitando as próprias habilidades de cada um”, salientou.

Fundada em abril de 1978, a Associação Pestalozzi é uma instituição de caráter filantrópico e educacional, sem fins lucrativos. Seu público-alvo são pessoas com deficiência física, aptidões especiais ou caráter excepcional, as quais têm, na instituição, acesso a tratamento, educação e assistência individual especializada, visando seu ajustamento social.

Em sua unidade escolar, crianças e jovens têm acesso à escolaridade desde a educação infantil (a partir dos três anos de idade), ensino fundamental, até a escolarização de jovens e adultos, atendendo mais de 150 pessoas. Além de possibilitar a inclusão digital desses alunos, os computadores possibilitarão ainda à instituição a realização de procedimentos administrativos internos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar