Sem categoria

Empresa que construirá a regional de Ji-Paraná será definida em outubro

Depois da aprovação, na última quinta-feira (22), pelo Pleno do Tribunal de Contas da continuidade da licitação para a contratação da empresa que construirá o prédio da Secretaria Regional de Controle Externo do TCE em Ji-Paraná, a Superintendência de Compras e Licitação (Supel) espera definir, até 20 de outubro, a empresa vencedora do certame.

A possibilidade foi anunciada pelo titular da Supel, Márcio Rogério Gabriel, em audiência, na última sexta-feira (23), no Gabinete da Presidência, com o presidente do TCE, conselheiro José Gomes de Melo. Também estava presente o diretor executivo da Supel, Francisco Lopes Fernandes Netto.

Segundo Márcio Gabriel, após a liberação pelo Pleno do TCE, a próxima fase da licitação para a construção da Regional de Ji-Paraná será a abertura das propostas. “No total, 14 empresas participaram e 10 ainda estão concorrendo, o que demonstra a grande competitividade desse certame”, disse.

Ainda de acordo com o superintendente de Compras e Licitação, dependendo do andamento da licitação, é possível que a assinatura do contrato e da ordem de serviço possa ser feita ainda este ano. “Esperamos que até o dia 20 de outubro esteja tudo resolvido”, acentua.

Já o presidente José Gomes agradeceu o empenho da Supel na realização do processo licitatório para a construção da regional em Ji-Paraná: “Essa integração é fundamental, pois demonstra a intenção do Estado em contribuir para que tenhamos um Tribunal de Contas mais atuante junto a todos os seus jurisdicionados”, afirmou.

PORTAL

Durante a reunião no TCE, o superintendente de Compras e Licitação, Márcio Gabriel, aproveitou também para anunciar o lançamento do novo portal da Supel (www.supel.ro.gov.br), que, além de mais dinâmico, traz diversas novidades para as empresas que participam das licitações feitas pelo Estado, além de ferramentas fundamentais para o controle social.

O novo portal dispõe de atendimentos que buscam agilizar processos contratuais, como divulgação de editais contendo as normas a serem seguidas; registro de preços, dispondo de uma ata com produtos e preços utilizados pelos órgãos de Rondônia e que podem ser utilizados por outros estados para contratar os serviços; atualização ou inserção de cadastro, a fim de que o empresário receba novidades diárias direto em seu e-mail; e legislação com todas as leis referentes ao processo de licitação, entre outros.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar