Notícias

Resultados do Plano Estratégico 2016/2020 do TCE-RO são destacados na 1ª RAE de 2017

Os resultados obtidos ao longo do primeiro trimestre de 2017, referentes ao monitoramento da execução dos planos de ações, atividades e indicadores previstos no Plano Estratégico 2016/2020 do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO), foram o tema da primeira Reunião de Análise Estratégica (RAE) de 2017, realizada nessa terça-feira (25), na sede da instituição, em Porto Velho.

Dirigida pelo presidente do TCE-RO, conselheiro Edilson de Sousa Silva, a RAE teve a participação de secretários, diretores e chefes dos setores envolvidos na execução e no monitoramento do PE 2016/2020, bem como de representantes da Associação Brasileira de Orçamento Público (Abop), contratada para realizar a consultoria relativamente ao plano.

Na ocasião, foram apresentados pela Secretaria de Planejamento (Seplan) do TCE-RO números sobre a execução do Plano Estratégico, consolidados até o mês de março/2017, bem como a evolução, ao longo do primeiro trimestre, de indicadores como o Iepe – que indica o grau de execução do PE 2016/2020 – e o Iamoe – que avalia o cumprimento das metas e objetivos estratégicos.

Nesse aspecto, foram destacados a participação e o envolvimento dos setores ao subsidiarem as informações necessárias para a construção dos dois indicadores (Iepe e Iamoe), bem como apresentadas novas ferramentas disponibilizadas no Channel, sistema que permite o acompanhamento da gestão estratégica de modo online, com rapidez, precisão e economicidade.

MMD-TC

O conselheiro presidente Edilson de Sousa, ao agradecer e reconhecer o empenho de todos para a consecução dos objetivos estratégicos estabelecidos nos primeiros três meses deste ano, buscou valorizar a vontade demonstrada pelos servidores e setores para o alcance dessas metas.

“Não há como negar que houve uma evolução em relação aos números obtidos em 2016, o que é fruto do comprometimento de cada um. Esse sentimento é importante, porque nos move a avançar mais, na busca dos benefícios concretos que o Plano Estratégico traz para toda nossa instituição”, disse.

Ainda de acordo com o presidente, esse engajamento de todos da Corte é essencial também para o alcance de outro desafio estabelecido em 2017 para o TCE-RO, qual seja, a avaliação nacional que será feita pela Associação dos Membros dos TCs do Brasil (Atricon), referente ao Marco de Medição de Desempenho dos Tribunais de Contas (MMD-TC).

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar