Notícias

Prédio anexo do TCE em Porto Velho passa por serviço de limpeza e pintura

Em uma ação realizada pela Secretaria-Geral de Administração (SGA), por meio da Assessoria Técnica de Engenharia e Arquitetura (Astec), estão sendo executados serviços de pintura externa, limpeza de vidros e instalação de rufos (“pingadeiras”) no prédio anexo que integra a sede do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO), em Porto Velho.

A ação visa não só à conservação do patrimônio do TCE, mas garantir um ambiente mais saudável aos que trabalham e frequentam o Tribunal
A ação visa não só à conservação do patrimônio do TCE, mas garantir um ambiente mais saudável aos que trabalham e frequentam o Tribunal

Além de atender o objetivo administrativo da Corte relativamente à conservação de seu patrimônio físico, os serviços realizados no prédio anexo representam um esforço da instituição na busca de um ambiente organizacional mais saudável e confortável não apenas para seus agentes públicos e colaboradores, mas também para a própria população e os jurisdicionados que constantemente frequentam as dependências do Tribunal.

DESGASTE

De acordo com o servidor da Astec, o engenheiro Fernando Bordignon, já era esperado que o prédio anexo necessitasse dos serviços que estão sendo feitos, em virtude do desgaste natural, uma vez que a obra foi inaugurada em 2008. “Inclusive está em sintonia com a NBR 15.575/2013, no que se refere à necessidade de serviços dessa natureza para obras que tenham entre 8 e 12 anos desde sua construção”, esclareceu.

Ele informou ainda que, inicialmente, está sendo realizada a limpeza de todas as estruturas que compõem a fachada do prédio – pintura acrílica, vidros e pastilhas cerâmicas. Nessa limpeza são também retirados rebocos, tintas e outros detritos soltos, além de aplicado fundo fungicida.

Está sendo feita a limpeza de todas as estruturas que compõem a fachada do prédio anexo
Está sendo feita a limpeza de todas as estruturas que compõem a fachada do prédio anexo

Também haverá pintura das paredes externas da edificação, utilizando-se, para tanto, de uma nova técnica disponível no mercado, que é uma tinta acrílica elastomérica. O material permite impermeabilizar locais que tenham pequenas fissuras, livrando-os de efeitos indesejáveis em razão da ação da água e também prevenindo o reaparecimento de microfissuras.

Por fim serão instalados rufos em todo o entorno da mureta que ornamenta a fachada do prédio anexo, aumentando a durabilidade da pintura externa. O prazo para a realização de todos esses serviços é de 120 dias.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar