DestaqueEventosTCE-RO

TCE-RO realiza evento de formação continuada com coordenadores, supervisores e professores em Ariquemes

Durante o encontro, foi informado que o Tribunal de Contas estabeleceu uma governança conversando com todas as partes interessadas e realizada a avaliação diagnóstica

Foi realizada pelo Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) ao longo desta semana no município de Ariquemes uma série de ações integradas que visam contribuir, ainda este ano, com a formação específica em alfabetização, por meio de ações efetivas. Na quarta-feira (24/11) foi realizado o encontro com coordenadores e supervisores e, na quinta-feira (25/11), o encontro de formação com 118 professores, divididos em dois turnos. Trata-se de um trabalho coletivo de apropriação de conhecimento.

Especialista Rita Paulon repassa conhecimentos aos participantes do encontro

Essa formação está atendendo os sete municípios que formam o Bloco I: Alto Paraíso, Ariquemes, Cacaulândia, Cujubim, Itapuã do Oeste, Monte Negro e Rio Crespo. Ministrada pelas especialistas Rita Paulon e Suely Amaral, a atividade busca contribuir para o aperfeiçoamento das práticas pedagógicas específicas de alfabetização junto aos professores dos primeiros anos do ensino fundamental com foco nas metas previstas no programa.

COORDENAÇÃO E SUPERVISÃO

O encontro com os supervisores escolares reforçou a importância de que todos os profissionais da educação saiam dessa formação comprometidos com as metas estabelecidas para 2022, que são 85% de alunos alfabetizados no 1º ano e 100% de alunos alfabetizados no 2º e no 3º ano – leitor fluente.

Foram apresentados pelas especialistas os resultados da avaliação diagnóstica, o fluxo do acompanhamento dos processos, análise pedagógica, apresentação dos materiais didáticos a serem utilizados e dinâmicas com grupos sobre a construção de um roteiro para alcançar melhores resultados na alfabetização, bem como o compartilhamento de experiências.

Durante as dinâmicas foram trabalhados a questão da interação (professor/aluno), gestão do tempo, espaço, do ensino e aprendizagem; as experiências do planejamento semanal coletivo e seus desafios e o acompanhamento dos indicadores.

PROFESSORES

Dinâmica realizada com professores durante o encontro

A formação com os professores foi dividida em duas turmas: pela manhã participaram os professores de Itapuã do Oeste, Cujubim e Cacaulândia; e à tarde os professores dos municípios de Alto Paraíso, Monte Negro e Rio Crespo.

Especialista Suely Amaral durante o Encontro de Formação em Ariquemes

A especialista Suely Amaral esclareceu que os primeiros passos para que a criança consiga ser alfabetizada são a decodificação e o alcance da fluência leitora. Para isso, apresentou diversos exemplos para os professores trabalharem com os estudantes.

A especialista separou os professores por grupos, nos quais foram trabalhados a consciência fonêmica, a relação grafonêmica e o reconhecimento com base no texto da memória. De acordo com a especialista, essa atividade é a base para a alfabetização das crianças na fase inicial da alfabetização.

ENCERRAMENTO

O técnico da Secretaria de Planejamento (Seplan) do TCE-RO, Vinícius de Moraes, esclareceu que o Tribunal estabeleceu uma governança conversando com todas as partes interessadas e foi realizada a avaliação diagnóstica. “Essa parceria é realizada com corresponsabilização, na qual o TCE-RO está suprindo os gestores, educadores e professores com os insumos necessários para apresentação dos resultados e devolutivas”, explicou o técnico.

Técnico do TCE-RO, Vinicius de Moraes, falou sobre a responsabilidade dessa parceria e que o Bloco I pode ser referência em Rondônia

Citou que educar é um processo complexo e estão lidando com as dificuldades que estão sendo detectadas. “Queremos que o Polo Ariquemes seja uma vitrine para o Estado e se torne uma referência para os demais, não com a melhor nota, mas como referência de evolução. Não é nota, não é ranking, mas resultado de crianças aprendendo para formar cidadãos preparados. Por isso temos esse momento específico com os professores que estão em sala de aula”, analisou.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar