Sem categoria

Cercco divulga Carta do Povo de Rondônia Contra Corrupção

A leitura da Carta do Povo de Rondônia Contra a Corrupção, feita pelo promotor de Justiça, Pedro Abi-Eçab, diretor do Centro de Apoio Operacional da Defesa da Probidade do Ministério Público de Rondônia, encerrou, nesta sexta-feira (20), a programação do Rondônia Contra a Corrupção, evento que aconteceu no Teatro Banzeiros, em Porto Velho.

Durante três dias, discussões sobre o tema envolveram representantes das 13 instituições públicas de fiscalização e controle que compõem o Comitê Rondônia Contra a Corrupção (Cercco), além de autoridades religiosas e da sociedade civil organizada, objetivando combater a prática desse tipo de crime.

Antes do pronunciamento do promotor Pedro Abi-Eçab, foi feito o lançamento do Cercco pelo seu coordenador executivo, Arildo Oliveira, que é secretário de Controle Externo do Tribunal de Contas da União (TCU) em Rondônia. Ele explicou o que é o comitê e seus objetivos, bem como suas ações. Disse, ainda, que a sociedade tem papel fundamental na fiscalização da aplicação dos recursos públicos.

Em seguida, foi feito o lançamento do Observatório Social de Porto Velho pelo seu presidente, pastor Eziquiel Messias do Nascimento. Além de divulgar os objetivos e as finalidades do observatório, ele fez um relato de fatos históricos do Brasil, que envolveram atos de corrupção, desde seu descobrimento até os dias atuais.

O evento foi encerrado com a participação do Coral do TCE, “Cantos de Rondônia”, que interpretou as músicas “Feira de Mangaio” (composta por Sivuca) e “Roda Viva” (de autoria de Chico Buarque), finalizando com o Hino de Rondônia.

AVALIAÇÃO

O presidente em exercício do TCE, conselheiro Valdivino Crispim de Souza, disse que a criação do Cercco é um avanço para a transparência nos atos relativos à administração pública. “A integração das instituições participantes do comitê permitirá um maior controle dos gastos públicos e, consequentemente, inibirá atos lesivos ao erário”, afirmou Crispim.

O procurador-chefe do Ministério Público Federal em Rondônia, Reginaldo Trindade, disse que esse primeiro evento foi de grande relevância, ressaltando a presença das autoridades que se propuseram a assinar a Carta do Povo Contra a Corrupção: “Esse documento que foi assinado hoje representa um compromisso, que deve ser amplamente divulgado para que se torne um instrumento de prevenção à corrupção.”

O coordenador executivo do Cercco, Arildo Oliveira, disse que o Rondônia Contra a Corrupção consolida o início de uma parceria, firmada há um ano entre as instituições que integram o comitê.

“Nesses três dias de evento, tivemos a presença de autoridades, imprensa e integrantes da igreja, enriquecendo os debates que resultaram na Carta que está sendo assinada e que dá ao Cercco e às instituições que o integram mais responsabilidade e força no combate à corrupção”, finalizou Arildo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar