Sem categoria

Interação do TCE com jurisdicionado através da regional é elogiada por lideranças do polo de Ji-Paraná

A instalação da Secretaria Regional de Controle Externo do Tribunal de Contas em Ji-Paraná, cujo contrato e ordem de serviço foram assinados nessa quinta-feira (27), foi considerada um grande avanço para a melhoria da administração pública pelas autoridades municipais e estaduais presentes ao ato.

De acordo com o presidente da Associação Rondoniense dos Municípios (Arom), Laerte Gomes, que é prefeito de Alvorada do Oeste, uma das cidades a serem atendidas pela regional, a decisão do órgão de se instalar no interior representa uma mudança em sua própria imagem.

“Foi-se o tempo em que o Tribunal de Contas era visto como um bicho-papão pelos gestores. Felizmente hoje o gestor sabe que pode contar com a Corte de Contas para lhe orientar, uma vez que, na maioria das vezes, os erros ou falhas acontecem por falta de conhecimento”, afirmou.

O diretor-geral do Departamento Estadual de Obras e Serviços Públicos (Deosp), engenheiro Abelardo Castro Neto, que representou o governador Confúcio Moura no ato de assinatura do contrato e da ordem de serviço para a construção da Regional de Ji-Paraná, também considerou a interiorização do TCE uma medida acertada por proporcionar ao cidadão mais transparência e melhor fiscalização dos recursos públicos.

“Para o Governo do Estado e para o Deosp em particular, a confiança depositada pelo Tribunal de Contas em nosso trabalho é motivo de orgulho, já que as obras são projetadas e fiscalizadas por nossos técnicos”, acentuou.

Já o presidente da Câmara de Ji-Paraná, vereador Nilton Cezar, frisou os benefícios que o TCE traz para o município com sua sede física: “A começar por essa obra, que certamente vai empregar mão de obra local. Há ainda o fato de que o jurisdicionado e a própria sociedade ji-paranaense terão mais um órgão de defesa do patrimônio público à sua disposição para denúncias, questionamentos e esclarecimentos”.

INAUGURAÇÃO

Último a falar, o prefeito de Ji-Paraná, José Bianco, considerou a implantação da unidade do TCE na região como um momento histórico. “Ter o Tribunal de Contas instalado aqui é uma enorme vantagem, pois representa uma economicidade muito grande para os gestores, devido à redução de custos com deslocamento, diárias e outras despesas”, disse.

Conhecedor da trajetória do TCE, Bianco destacou os bons serviços prestados pelo órgão ao longo da história do Estado. Ao final, manifestou seu desejo de ver inaugurado o prédio da regional ainda dentro do seu mandato, que vence ao final de 2012. “Para mim, será uma honra poder participar de mais esse momento marcante para o Tribunal de Contas, seus jurisdicionados e a sociedade rondoniense”, concluiu.

Ainda participaram do ato de assinatura do contrato e da ordem de serviço para a construção da regional do TCE em Ji-Paraná, o vice-prefeito de Ji-Paraná, José Otônio, os vereadores Jessé Mendonça, Josiel Carlos de Brito, José Carlos Corrêa, Márcia Regina, Solange Pereira e Nair Barreto, além do presidente da Associação Comercial e Industrial de Ji-Paraná (Acijip), Alexandre Dartiballi.

Antes do encerramento do ato, o presidente José Gomes expressou seus agradecimentos aos presentes e também às autoridades e instituições que têm auxiliado o TCE em seu processo de interiorização, entre as quais, a União das Câmaras de Vereadores de Rondônia (Ucavero), presidida pelo vereador Luiz Carlos Katatal, presidente da Câmara de Cacoal.

Aproveitou ainda para agradecer à presença do representante do deputado Jesualdo Pires, José Antônio, solicitando a ele que retransmitisse ao parlamentar o reconhecimento da Corte pelo envolvimento na efetivação do ato.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar