Sem categoria

Projeto Corte Cidadã esclarece missão do TCE em escolas de Ariquemes

O Projeto Corte de Contas Cidadã, iniciativa do Tribunal de Contas do Estado, através do Instituto de Estudos e Pesquisas Conselheiro José Renato da Frota Uchoa (IEP)/Escola de Contas, foi apresentado em escolas e colégios das redes pública e privada de Ariquemes, como parte da programação de inauguração da Secretaria Regional de Controle Externo do TCE no município para para atender o Vale do Jamari.

O projeto, realizado nessa segunda e terça-feira (7 e 8), foi aberto com uma apresentação para mais de 350 alunos do ensino médio e fundamental da Escola Estadual Cora Coralina. Os palestrantes Claudio Uchôa e Evanice dos Santos explicaram aos estudantes o que é o Tribunal e suas funções como órgão fiscalizador dos gastos públicos.

De forma dinâmica, os palestrantes apresentaram conceitos de cidadania. Em seguida, explicaram as funções do Tribunal de Contas através de vídeos educativos. Também interagiram com os alunos, incentivando-os a responder perguntas sobre a Corte de Contas.

Outro ponto abordado foi a importância da participação dos estudantes no processo de fiscalização do erário e no resgate da cidadania. “Vocês devem fazer valer seus direitos, procurando os órgãos competentes como o Tribunal de Contas”, afirmaram os palestrantes.

Em seguida a servidora da Ouvidoria do TCE, Ana Lúcia da Silva, explicou que o setor serve para receber reclamações, sugestões, elogios e críticas referentes a atos dos administradores públicos.

Disse ainda que esse contato pode ser feito através do site do Tribunal (www.tce.ro.gov.br), no link “Ouvidoria de Contas”, pelo e-mail ouvidoria@tce.ro.gov.br e na própria sede do TCE em Ariquemes, na rua Democrata, 3.620, setor Institucional.

DEPOIMENTOS

Os alunos consideraram a apresentação esclarecedora, pois a maioria não conhecia as funções do TCE. Sabrina Lucena, do 1º ano do ensino médio, disse que as explicações reforçaram seu entendimento sobre os órgãos de fiscalização do dinheiro público.

Já Lucas Alves e Evelin Lima, que estão concluindo o ensino médio, também aprovaram a forma dinâmica de apresentação do projeto. “Agora ficamos sabendo um pouco mais sobre o Tribunal de Contas e para que serve”, disse Evelin. “Nunca tinha dado importância para a questão da fiscalização dos gastos públicos”, afirmou Lucas.

Para a diretora da escola, Albaniza Oliveira Dias de Sá, a iniciativa do TCE serve não só para esclarecer os alunos sobre a importância da fiscalização do dinheiro público, mas também como participar desse processo, fortalecendo o espírito de cidadania e refletindo no controle social mais efetivo.

O Projeto Corte de Contas Cidadã tem continuidade nesta terça-feira com novas exposições no colégio Dinâmico, no período da tarde, e nas escolas Cora Coralina e Migrantes, à noite.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar