EventosInstitucionalTCE-RO

TCE homenageado pela Câmara de N. Mamoré

Vereadores locais aprovaram e concederam nessa quinta-feira moção de aplausos à Corte de Contas, devido ao repasse de recursos feitos visando à construção do novo pronto-socorro de Rondônia

Foi realizada nessa quinta-feira (28), no Plenário da Câmara Municipal de Nova Mamoré, sessão solene para a concessão de moção de aplausos pelos vereadores locais ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-RO), em reconhecimento à ação efetivada pela Corte de Contas, por meio do recente repasse de recursos próprios para a construção do novo pronto-socorro do Estado, o Hospital de Urgência e Emergência de Rondônia (Heuro).

Os vereadores de Nova Mamoré aprovaram moção de aplausos para o TCE-RO

Representando o TCE rondoniense, esteve o conselheiro-substituto Omar Pires Dias, que recebeu das mãos do presidente da Câmara de Nova Mamoré, vereador Denizio Pereira da Costa, e do vereador André Luiz Baier, propositor da homenagem, uma bela placa de moção com dizeres alusivos à ação praticada pelo Tribunal em benefício da saúde estadual e da população.

A sessão solene para concessão da moção de aplausos foi realizada no Plenário da Câmara de Nova Mamoré

Nos pronunciamentos, os representantes da Câmara Municipal buscaram enaltecer o gesto feito pelo TCE-RO, ao abrir mão de recursos de seu orçamento para destiná-los à construção do novo pronto-socorro.

Nesse contexto, lembraram que a aprovação da moção de aplausos é uma forma de gratidão e reconhecimento oficial prestado pelo povo de Nova Mamoré. Para os vereadores, trata-se de uma homenagem justa, porque o Tribunal de Contas dá um bom exemplo com esse ato de bondade e caridade humana.

AGRADECIMENTO

Falando em nome da Presidência do TCE-RO, o conselheiro-substituto Omar Pires Dias fez um pronunciamento pautado na gratidão pela honraria, pontuando o comprometimento do TCE à causa pública com a doação dos recursos às obras do Novo Heuro.

“Foi feita uma economia nos últimos anos, na qual o Tribunal cortou gastos, e tudo isso sem prejudicar o bom andamento dos nossos trabalhos. Dessa forma, assegurou os R$ 50 milhões que estão sendo repassados para a obra do novo pronto-socorro, visando um propósito maior, que é salvar vidas humanas”, declarou.

Omar ainda destacou que, após repassar os recursos, o TCE se dedicará à sua atividade-fim, que é a fiscalização– e, nesse caso em específico, ainda com mais afinco.

“O Tribunal abriu mão de um desejo antigo por uma questão muito maior, que é a construção do novo pronto-socorro, para atender a população em uma questão essencial. Agora cabe aos gestores fazerem a obra e, a nós, do Tribunal de Contas, fiscalizarmos a aplicação dos recursos, o que faremos com ainda mais critério, para que essa obra seja construída o mais rápido possível e a sociedade possa ser atendida”.

Ainda durante a sessão solene, houve outros dois momentos culturais marcantes e emocionantes: a doação de um quadro ao TCE pelo artista plástico local, Mateus Santos, com paisagem alusiva às belas naturais da Amazônia; e a declamação de um poema pelo poeta Jaime Campos, inspirado no gesto praticado pela Corte de Contas em favor da saúde pública estadual. O poema foi impresso e emoldurado para entrega ao representante do Tribunal de Contas, sendo posteriormente, repassado à Presidência da Corte.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar