Sem categoria

Presidente do TCE destaca obras durante renúncia de Cassol e posse de Cahulla

As obras e serviços realizados por Ivo Cassol, durante os sete anos e três meses que esteve no governo do Estado, foram lembrados pelo presidente do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO), conselheiro José Gomes de Melo, durante a renúncia do ex-governador e posse do novo chefe do Executivo rondoniense, João Cahulla.

O ato, ocorrido na última quarta-feira (31), em sessão solene da Assembleia Legislativa, presidida pelo deputado Neodi Carlos, levou diversas autoridades e um grande número de populares à quadra coberta do Serviço Social do Comércio (Sesc), em Porto Velho.

O presidente do Tribunal de Contas, José Gomes, abriu seu discurso destacando a garra, o carisma, o otimismo e a coragem de Ivo Cassol na condução dos destinos de Rondônia desde 2003. “Vossa Excelência, na luta pela consecução dos objetivos, materializou sua vontade política em ações que resultaram em benefícios para os cidadãos rondonienses”, disse.

O conselheiro presidente ainda afirmou que a luta do governador não foi em vão, pois Rondônia mudou. “E mudou para melhor”, declarou, enfatizando que isso só foi possível porque Cassol soube maximizar os recursos próprios do Estado e carrear verbas federais, a fim de construir uma infraestrutura sólida e moderna.

Na sequência, o presidente do Tribunal de Contas ainda citou diversas obras realizadas no governo de Ivo Cassol, como estradas, os prédios do Tribunal de Justiça e do Ministério Público, além do Centro Político Administrativo (CPA), que ainda vai ser inaugurado, do Hospital Regional de Cacoal, inaugurado na última quarta-feira, e do Teatro Estadual, ainda em obras.

No caso do TCE, um agradecimento especial pela construção do prédio-anexo que homenageia o conselheiro Jonathas Hugo Parra Motta. “Obra fundamental para ampliação das atividades desta Corte e melhoria das condições de trabalho e aumento da produtividade”, disse, citando, ainda, o processo de interiorização com a construção das Regionais de Vilhena, Cacoal, Ji-Paraná, Ariquemes e São Miguel do Guaporé.

“Em maio próximo, estaremos inaugurando a Secretaria Regional de Controle Externo em Vilhena. Em outubro será a inauguração da Regional de Cacoal. As Regionais de Ji-Paraná, Ariquemes e São Miguel do Guaporé integram o Plano Plurianual deste Tribunal e estão em fase de projeto”, afirmou.

Antes de desejar boa sorte a Cassol em suas novas jornadas – ele renunciou, atendendo à legislação eleitoral, para se candidatar a novo cargo eletivo –, o conselheiro José Gomes falou da importância do governo do Estado ficar nas mãos de João Cahulla.

“Sei que Vossa Excelência está deixando o governo de Rondônia nas mãos de uma pessoa digna, homem competente, de sua inteira confiança, João Cahulla, o que nos dá a certeza da mais perfeita ordem na continuação do governo de Vossa Excelência, na continuidade das obras e serviços programados, contidos na Lei Orçamentária aprovada para o presente exercício”, disse.

HOMENAGENS

Além do presidente do TCE, falaram ainda representantes do Ministério Público Estadual, do Tribunal de Justiça de Rondônia, da Federação das Indústrias do Estado (Fiero) e da Federação do Comércio (Fecomércio).

A sessão solene, dirigida pelo presidente da Assembleia, deputado Neodi Carlos, teve três momentos. A primeira foi marcada por homenagem da Casa de Leis a Ivo Cassol, atendendo atendendo propositura do deputado estadual Tiziu Jidalias, líder do Governo no Legislativo.

Na sessão seguinte, foi lida a carta renúncia do governador, atendendo ao que estabelece a legislação. Em sua mensagem, Cassol destacou que “o dever de gratidão me conclama a reconhecer cada um dos ilustres integrantes desse Parlamento como indispensável ajuda que permitiu transformar em realidade o acalentado sonho do querido povo Rondoniense”.

Após acolher o pedido de renúncia, atendendo ao rito regimental, a Assembleia realizou mais uma sessão e empossou o vice-governador João Cahulla no cargo de governador. Cahulla fez o juramento e em seguida foi lido o termo de posse pelo presidente Neodi Carlos, que assegurou que o Parlamento vai ser parceiro do novo governador.

“É um grande desafio, mas com a força de Deus e o apoio da minha família, de meus amigos e dos nossos servidores, vamos dar continuidade ao grande trabalho realizado por Ivo Cassol”, disse Cahulla.

Após ser empossado, Cahulla, Cassol e as demais autoridades e convidados se dirigiram até o Palácio Presidente Vargas, para a passagem oficial de cargo e nomeação dos novos secretários do Governo.

Clique na imagem acima para visualizar as fotos.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar