Sem categoria

TCE recebe sistema que vai monitorar o Plano Estratégico 2011/15

Membros e servidores do Tribunal de Contas acompanharam, nessa segunda-feira (22), a apresentação da Plataforma Channel, um programa que permitirá o monitoramento do Plano Estratégico do TCE para o período 2011/15, além de projetos e processos visando à gestão estratégica.

A atividade foi realizada no auditório do Tribunal, com a presença do presidente, conselheiro José Gomes de Melo, e dos conselheiros Edílson de Sousa Silva e José Euler Potyguara Pereira de Mello, além do auditor Davi Dantas da Silva.

Em seu pronunciamento, o presidente José Gomes lembrou do empenho da Associação dos Membros do Tribunal de Contas (Atricon) e do Instituto Rui Barbosa (IRB), o qual, com recursos do Programa de Modernização dos Tribunais de Contas (Promoex), contratou a empresa JExperts para a criação, instalação, configuração e capacitação básica, visando o uso do programa.

“Esse esforço conjunto da Atricon e do IRB resultou nessa ação, que oferece aos Tribunais de Contas o programa Channel, garantindo, assim, efetividade ao nosso Plano Estratégico”, afirmou o conselheiro presidente.

Na sequência, a engenheira Camila Haase, funcionária da empresa JExperts, iniciou a apresentação do programa, explicando, de forma resumida, as ferramentas que estarão à disposição dos membros e servidores, a partir da implantação do Channel no TCE, a 20ª Corte de Contas do país a receber o sistema.

“Além do monitoramento do Plano Estratégico, a Plataforma Channel permite outras funcionalidades que podem ser bastante úteis para o Tribunal de Contas”, disse a engenheira, explicando que o programa foi idealizado para atender à dificuldade das organizações de trazer para a prática aquilo que foi definido no Plano Estratégico.

Nesse sentido, Camila Haase acentuou que o software pode ser utilizado para a definição de indicadores, metas e ações específicas. Para que sejam atingidos esses objetivos, são feitas as gestões das ações e projetos detalhados. Outra característica do software diz respeito à gestão de processos organizacionais, através dos quais podem ser feitas as escolhas dos recursos pretendidos do produto.

Ela explicou, ainda, que o equipamento não tem limite de acessos ou de usuários. “O Tribunal tem total liberdade para liberar seus recursos de modo que todos aqueles que forem indicados para o utilizarem possam acessar o sistema sem nenhum tipo de impedimento”, declarou.

A funcionária da JExperts ainda citou outras funcionalidades do sistema, lembrando suas compatibilidades com programas do pacote Office, como o Excel. “É uma ferramenta fácil de gerenciar, que fornece diversos indicadores e gráficos, além de emitir um alerta por e-mail, se houver alguma atividade pendente em relação ao Plano Estratégico”, disse.

Ao final da apresentação, o conselheiro Edílson de Sousa, que coordena a implantação do Plano Estratégico de Tecnologia da Informação (PETI) no Tribunal de Contas, destacou os avanços que o Channel permitirá quanto à transparência e agilidade no andamento dos projetos. Ressaltou, ainda, a importância do engajamento de todos para que o sistema alcance os objetivos desejados.

Logo após, teve início o treinamento básico para uso do Channel, com a participação de 12 servidores de diversos setores do TCE. Os participantes desse curso, de acordo com o presidente José Gomes, serão multiplicadores do conhecimento apreendido sobre o sistema para os demais servidores. A atividade prossegue até a sexta-feira (26), no auditório do TCE.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo
Fechar